Coisas que se aprende em um ano que vai mudar a sua vida...


Ok, vamos lá...

- “Ser e/ou amar, eis a questão”. Nunca vão descobrir a cura para crises de identidade ou de amor (e isso nunca vai sair da sua pauta). Felizmente, você nunca vai morrer disso também.

- Depois de certa idade, você só vai ganhar presente em datas comemorativas da sua família, do seu namorado/marido (quando se tem) ou dos seus muito melhores amigos (quando eles têm dinheiro)! Isto significa que Natal e aniversário vão perder a graça depois dos 18!

- Use uma roupa confortável para dormir – o efeito da lei da gravidade nas suas mamas só funciona quando você está de pé.

* Por sinal, lei válida para a vida também: se você não quer levar tombos no seu percurso, permaneça sentado eternamente.

- Ultrapasse o limite de velocidade, ouça música alta depois das dez, beba cachaça sendo menor, faça festa e tenha cachorro no seu apartamento: no Brasil só se vai preso não pagando pensão ou cortando árvore do governo.

        Obs: Não mate ou cometa adultério: consciência pesada dá olheira.

- Depois da máquina de lavar roupas, ainda não inventaram nada mais legal que o Rock n’ Roll!

- A Coca-Cola não fez pacto com o demônio; O homem ainda não foi na Lua; O Michael Jackson morreu virgem (e agora vive na Terra do Sempre); O Google vai dominar o mundo; Alfabetizados analfabetos existem; Pau que nasce torto realmente não se endireita.

- Fantasmas também aparecem durante o dia. A mulher de branco bate recorde em aparições. E lobisomens existem sim – (se não acredita, pergunta pro sô Zé, meu ex-vizinho!).

- Já pessoas normais e tapete voador, isso realmente não existe.

- Dinheiro não compra nada mesmo, exceto todos os objetos que você deseja e que provavelmente acrescentarão cerca de 40% no seu índice de felicidade. (ainda não é possível viajar do Brasil a Londres nadando!)

- Abra uma poupança e faça um plano de aposentadoria, mas só use 5% do seu salário pra isso. O resto você usa pra aproveitar a vida enquanto não tem osteoporose e consegue assistir filme legendado no cinema.

- Vale a pena não fumar, andar de bicicleta, brincar de todos os piques, comprar aquela Arezzo em 12 vezes sem juros, colecionar dinheiro antigo, ouvir Cindy Lauper da coleção “Box 80’s” e comer aquele maldito alface que a sua mãe pôs na mesa toda a sua infância!

- Cada porção de batata frita que você come equivale a 500 abdominais por dia durante todo o resto da sua vida. Dica exclusiva: troque a cerveja pelos destilados – dá menos barriga e você gasta menos pra ficar bêbado!

- Você é o que você come e bebe, o que você vê e ouve, pra quem você diz olá, tudo aquilo que você grita, mas principalmente, tudo o que você cala.

- Não importa quantos livros você leia, sempre vai ter alguém que leu aquele que você nunca ouviu falar na sua existência (para esses, você dá um “VALE vai aproveitar a vida, seu MALA!!!).

- Diplomas e sonhos custam muito (em todos os sentidos). Mas nunca antes na história desse planeta você precisou tanto deles.

- Leve a vida com muito bom humor, senão você não casa, não trabalha, não arruma filho (principalmente no plural) e se possível, não faz nada mesmo!

- Deus ama a todos, mas ama mais os ousados. (ouvi de um colega escritor)

- Caia na fossa; peça demissão; tome aquele porre; declare-se pra quem não merece; mande aquele filho da p... ir tomar no c... (essas oportunidades são únicas).  Basicamente, ERRE muito: é fazendo merda que se aduba a vida (MESMO), e não há merda tão Duracell que posteriormente não vire adubo!

- Pra terminar, aprenda a cantar aquela música do Led Zeppelin: “Hey, hey, what can I do”. Porque no fim das contas você não pode fazer muita coisa mesmo, mas se você não tentar, ninguém vai fazer isso por você!

Well. Dia 20. De Novembro. De 2010. 24 anos – cerca de 8.760 dias, 210.240 horas, 12.614.400 minutos e 756.864.000 segundos de experiência terrestre.

Palmas a mim por mais um meu dia / Palmas a meus pais e meu little brother por ainda não terem parado no “cacau” convivendo comigo (sem palavras de tanto amor) / Palmas a meus amigos que estão sempre comigo (MESMO) / Palmas a avós, titias e primitos que fazem parte de mim / Palmas a todos que me amaram, todos que me ensinaram, todos que me irritaram (sim, até destes precisamos), e todos que por mim passaram...

Uma grande salva de palmas a tudo isso que a vida me trouxe – sou eu dividida em partes.

By Sam Silva |

1 comentários:

Claudilene N. disse...

"- Você é o que você come e bebe, o que você vê e ouve, pra quem você diz olá, tudo aquilo que você grita, mas principalmente, tudo o que você cala"

POR ISSO QUE EU TE AMO. Adoro todas essas tuas partes. Que texto vomitado impressionantemente ultra mega power tudo de bom de INCRÍVEL!

Sobretudo essa parte aí em cima.
Vale toda a pena, pequena, grande, chata, boa, enfim, ... e que venham mais milhões de horas e dias, de pura vida (na sua tradução mais crua e nata). Oscilando entre fossas e explendores. Começos meios, e meios, meios, ... Não vamos falar de fim. Hoje é teu dia. E te desejo todo esse mundo lá fora, minha amiga mais que QUERIDÍSSIMA! Beijo no teu coração!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Início
Sam Silva. Tecnologia do Blogger.
Crônicas, textos, reportagens, enfim... todas as formas de vida em letras.

Quem sou eu

Minha foto
Varginha, Minas Gerais, Brazil
Jornalista em busca de versões humanas para os fatos.

Followers

Visitantes

Perspectivas

Perspectivas
O Mistério do Horizonte - René Magritte

Sam cita

Sam cita
Uma das coisas que aprendi é que se deve viver APESAR DE.
Apesar de, se deve comer.
Apesar de, se deve amar.
Apesar de, se deve morrer.
Inlcusive muitas vezes é o próprio APESAR DE que nos empurra para a frente.
Foi o APESAR DE que me deu uma angústia que, insatisfeita, foi a criadora da minha própria vida.

Clarice Lispector

Comentários Recentes